Interações – Sessão 3

Habitação e envelhecimento na comunidade: Experiências na Europa e nos EUA

03.02.2021

Os estudos mostram que a maioria das pessoas quer viver em suas casas o maior tempo possível das suas vidas. Contudo, as nossas casas não foram pensadas para se adaptarem ao longo do nosso ciclo de vida, em particular quando ficamos mais velhos, perdemos autonomia e/ou temos que ficar mais tempo em casa. Esta foi também uma lição aprendida com a pandemia Covid-19.

Urge olhar a habitação apropriada ao reforço do paradigma do envelhecimento na comunidade – ageing in place – onde as pessoas, ao longo das suas vidas e nas mais diversas circunstâncias existenciais, possam manter laços de interação entre a casa e o espaço público, garantindo os seus direitos de participação e cidadania.

Esta terceira sessão do Simpósio InterAções começa por proceder a um ponto da situação dos modelos de habitação adequados ao ciclo de vida, dando particular relevo ao que se passa na Europa e nos EUA. Segue-se a apresentação de projetos comunitários que procuram reforçar a abordagem ao paradigma do envelhecimento na comunidade.

  • 14:30 Mário Rui André
    Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
  • 14:35 Paula Marques
    Câmara Municipal de Lisboa
  • 14:50 Victor Regnier
    Universidade da Califórnia
  • 15:20 Ana Pinho
    Arquiteta
  • 15:35 António Fonseca
    Universidade do Porto
  • 16:00 Helena Roseta
    Programa Bairros Saudáveis
  • 16:25 Debate (resposta a questões via chat)
  • 16:45 Mário Rui André
    Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Mário Rui André

Diretor da Unidade de Missão, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

 

 

Paula Marques

Vereadora, Câmara Municipal de Lisboa

 

 

Victor Regnier

Professor, Investigador e Arquiteto, Universidade da Califórnia

 

 

Ana Pinho

Arquiteta

 

 

António Fonseca

Psicólogo e professor, Universidade Católica do Porto

 

 

Helena Roseta

Coordenadora Nacional, Programa Bairros Saudáveis