Casa Ásia

A Casa Ásia reúne um espólio de mil e duzentas peças da coleção Francisco Capelo, desde o século IV a.c. até ao início do século XX, que contam a história de vários países asiáticos antes da chegada dos portugueses e europeus, a este continente.

 

O Palácio de São Roque, situado no Bairro Alto, em Lisboa, do século XVII, vai ser a sede da exposição permanente “Casa Ásia – Coleção Francisco Capelo”.

A Casa Ásia será um museu criado a partir da coleção de arte asiática, avaliada em cerca de 11 milhões de euros, do colecionador Francisco Capelo, cuja coleção de moda e design já se encontra exposta no MUDE. Está instalado no Palácio de São Roque, virado para a Igreja de São Roque, no Bairro Alto, e apresenta cerca de mil peças raras e de alta qualidade, que testemunham a riqueza cultural dos vários países da Ásia (destacando-se a Índia, o Nepal, Tibete, Butão, Sri Lanka, China, Japão, Tailândia, Vietname e Indonésia).

O acervo começa no século IV a.C. e vai até ao século XIX, misturando escultura (em pedra, bronze e madeira), cerâmica, joalharia, marfins, máscaras e mobiliário.

O colecionador Francisco Capelo doou à Santa Casa três quartos da sua coleção de arte asiática, que está exposta no Palácio de São Roque. A quarta parte foi adquirida pela instituição.