Técnico de Ação Educativa (m/f)

disponível até 9 de agosto de 2022

Ref.ª 506-RS-DIRH-22

(Vaga Temporária)

Descrição funcional:

Integrado numa Equipa Multidisciplinar em contexto de Acolhimento Residencial, terá como principais responsabilidades:

  • Colaborar, de forma alinhada com a planificação previamente definida, no processo reabilitação psicossocial dos jovens;
  • Acompanhar e apoiar os jovens na realização de atividades de caráter educativo, social, formativo e cultural bem como na concretização das atividades diárias e cuidados pessoais (alimentação, higiene, vestuário, segurança e bem-estar, saúde);
  • Prestar o apoio necessário às famílias na sua relação com os jovens, de acordo com a intervenção definida;
  • Participar na concretização de ações dos Planos de intervenção individual e na dinamização dos Projetos de Vida das crianças e jovens acolhidos;
  • Intervir junto dos jovens numa perspetiva reparadora das suas vivências traumáticas;
  • Acompanhar os jovens na sua situação escolar (eventual apoio ao estudo, organização do material escolar, apoio/supervisão nas deslocações);
  • Manter a confidencialidade e a segurança de toda a informação tratada no decurso da sua atividade profissional em conformidade com os requisitos e normas de certificação.

 

Perfil pretendido:

  • Habilitações mínimas ao nível do 12º Ano de Escolaridade; (fator eliminatório)
  • Curso de Formação Profissional em Técnico de Apoio Psicossocial ou Animação Sociocultural ou similar Nível III/IV; (fator preferencial)
  • Experiência profissional (de preferência superior a 2 anos) na área da deficiência (multideficiência e/ou multidiagnóstico) e/ou na infância e juventude; (fator eliminatório)
  • Experiência profissional comprovada em contexto de acolhimento residencial ou em contexto comunitário com crianças e jovens no âmbito do risco e do perigo (e.g., Casa de Acolhimento, Residência de Autonomização, Programa Escolhas, Centro Comunitário); (fator preferencial)
  • Disponibilidade para trabalhar em regime de 3 turnos rotativos (fator eliminatório);
  • Conhecimentos sobre proteção contra situações de violência física e emocional, através da adoção de procedimentos e posturas adequadas, em contexto de trabalho;
  • Conhecimentos de informática na ótica do utilizador (e.g., Windows, Excel e PowerPoint);
  • Evidenciar capacidade para trabalhar em Equipa Multidisciplinar, especializada na área da multideficiência e situações de múltiplo diagnóstico;
  • Focalizar-se na concretização dos objetivos do serviço e na realização das tarefas, de forma eficaz e eficiente;
  • Atuar com iniciativa e proatividade com vista à resolução de problemas no seu dia-a-dia;
  • Interagir, de forma adequada, assumindo uma atitude adequada ao contexto profissional e facilitadora do relacionamento interpessoal,
    contribuindo para a manutenção de elevados níveis de cooperação.

 

A SCML oferece:

  • Contrato Individual de Trabalho;
  • Enquadramento ajustado à especificidade da função;
  • Remuneração ajustada à atividade;
  • Oportunidade de valorização profissional.

Candidate-se até 9 de agosto de 2022

submeter candidatura

Download

DECLARAÇÃO DE CONSENTIMENTO

Os candidatos que reúnam o perfil requerido devem submeter a candidatura através desta página (preferencialmente) ou através de correio.

As candidaturas devem ser acompanhadas dos seguintes documentos:

  • Curriculum Vitae em português
  • Certificado de Habilitações Literárias (reconhecidas em Portugal);
  • Certificados de Cursos de Formação;
  • Comprovativo de inscrição no Centro de Emprego (caso se encontre desempregado);
  • Declaração de Consentimento.

Salienta-se que a candidatura só é válida mediante a apresentação da Declaração de Consentimento devidamente preenchida, caso a candidatura não venha acompanhada da Declaração de Consentimento será eliminada automaticamente.

Os candidatos pré-selecionados na 1ª fase serão contactados pela SCML, no prazo de 15 dias (úteis) após a data limite de receção de candidaturas.