Ambiente

A nossa missão social só pode concretizar-se plenamente com uma atuação responsável para com o ambiente. Preocupamo-nos com o nosso impacto ambiental, procurando adotar as melhores práticas na utilização racional e eficiente dos recursos naturais, na cadeia de abastecimento e na gestão dos resíduos que produzimos.

Com mais de 100 edifícios afetos à atividade, onde prestamos uma multiplicidade de serviços, e com uma frota que percorre milhões de quilómetros por ano, temos consciência de que registamos um elevado consumo de energia e de emissões de CO2 associadas, pelo que promovemos continuamente ações e iniciativas para otimizar o nosso desempenho energético.

59.216 GJ

de eletricidade consumidos 

 

37.307 GJ

de gás natural consumidos

7.961 tCO2
de emissões para a atmosfera

11.404 GJ
de combustíveis consumidos pela frota automóvel

A água é um recurso fundamental nas diferentes rotinas da nossa atividade: a confeção de refeições, banhos e lavagem de roupa em equipamentos sociais, e os tratamentos de reabilitação na área da saúde, são apenas alguns exemplos. Monitorizamos permanentemente o nosso consumo, para agir rapidamente em situações de fugas inesperadas ou consumos atípicos, e atingirmos uma utilização mais eficiente dos recursos hídricos.

286.427 m3
de água consumidos

85%
das instalações da Santa Casa com sistemas de monitorização de consumo de água

38.305 m3
de desperdício de água evitado
Da extensão da nossa atividade e do tipo de serviços que prestamos e atividades que desenvolvemos resulta uma produção muito assinalável e diversificada de resíduos urbanos, equiparados a urbanos e perigosos e resíduos hospitalares. Assegurar a sua correta gestão, reduzir progressivamente a quantidade de resíduos produzidos e promover o seu encaminhamento para destinos mais ecológicos, como a reciclagem ou compostagem, são os pilares do nosso trabalho.

2.138 t
de resíduos produzidos (+11%)

70%
dos resíduos encaminhados para valorização
Somos proprietários de mais de 130 propriedades rústicas, distribuídas por várias regiões do país, algumas das quais detentoras de ecossistemas terrestres com valores naturais significativos. Muito deste património natural resulta de benemerências, nomeadamente, heranças e doações, que gerimos e exploramos seguindo uma ocupação ambientalmente responsável